Magalhães não sabe nadar

As caravanas passam. Os candidatos atiram culpas  a governo e profetizam tempos de vil pobreza, durante as arruadas previamente marcadas por sms. As criticas ao Governo são  como um balde de pipocas antes da entrada na sala de cinema: os ouvidos ficam cheios com as mesma palavras de ordem, criticas efémeras,salgadas, enjoativas .

Durante as europeias, passei umas horas a debitar o nome de eleitores, na assembleia de voto, numa escola primária. O papel de independente, além de render uns trocos, fez com que pudesse ler um jornal desconhecido:”Dar à Língua. O título parece sugerir um produto entre a Marina e Flash, mas o conteúdo revela uma grande sensibilidade distinta.

O jornalista Micael teve direito a uma página para falar sobre o Magalhães. O periodista da turma A do terceiro ano escreve sobre os divertidos jogos do navegador de plástico da era digital. “Para que serve o Magalhães?” A resposta não é apenas do interesse dos pais que em pedaços de baba manifestam o orgulho no seu petiz.  O esclarecimento é universal. “O Magalhães serve para escrever textos, jogar, fazer gráficos, fazer desenhos, etc. O Magalhães também pode servir para pesquisar informações, mas é preciso ter Net e na nossa sala não há”. Afinal, o Magalhães é o maior navegador da piscina.

Anúncios

Etiquetas: , , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: