Archive for the ‘humor’ Category

Rafeirus predilectus#1

15 de Fevereiro de 2010

Pouco dançável, poema sem conteúdo e refrão tão repetitivo como o pregão das mulheres que caminham descalças pelos areais a anunciar a promoção do nogat. Somam-se os anos, mas o preço e a poesia mercantil mantem-se. O hit não triunfa na forma, mas a mensagem é tão persistente como uma nódoa de ameixa. Não desgruda do tecido cerebral: “you’re my heart you’re my soul”

O Anti-cristo

25 de Janeiro de 2010

Não é aterrador como o último filme de Lars Von Trier, mas assusta.

Quem é o Símio?

29 de Setembro de 2009

Os criativos publicitários são quase tão talentosos como os Gato Fedorento. O discurso dos políticos, usado em debates e comícios, é a melhor das matérias-primas para o humor. Não rende votos, mas conquista uns trocos.

PS. Quem é o político macaco?

Urnas rafeiras

27 de Setembro de 2009

“Ainda bem que não juntaram as eleições, da última vez que votei deram-me três papeis.”

Sócrates

15 de Setembro de 2009

As crianças têm sempre razão.

O meu quarto é Facebook

14 de Setembro de 2009

Se o Facebook fosse filme, seria uma daquelas comédias trágicas italianas ao estilo de “Feios Porcos e Maus”, em que a mulher partilharia as noites escaldantes entre o marido e o amante nos mesmos lençóis.